• direcao@clupac.pt

Porquê Associar-se

Porquê Associar-se?

(opinião decorrente de leituras várias, adaptando trechos das mesmas, e de toda uma vivência associativa)
 

Uma associação é o resultado do contributo de todos que a integram, na medida em que o trabalho nela desenvolvido assenta no contributo dos associados, que intervêm de forma gratuita, dando o seu tempo e conhecimento, como é o caso do CLUPAC.

 

Porquê associar-se? Para poder integrar, participar, cooperar para atingir um objectivo comum. É através do Clube que poderemos intervir e ajudar a desenvolver o nosso hobby, estabelecendo relações de parceria e de cooperação entre as diferentes partes. É verdade que muitas vezes não nos sentimos recompensados porque consideramos ser quase nula a visibilidade da nossa intervenção e contribuição individual para o colectivo… mas…

 

O clube vai distribuir pacotes de açúcar, outros materiais, pelos seus associados? O que é que ganhamos em associar-nos? Por tudo o que ficou dito, fácil é reconhecer que a pergunta deve ser reformulada – O que é que eu posso dar ao grupo? Não seria interessante fazer isto ou aquilo? Posso ajudar a reter ou captar novos membros? Objectivamente, precisamos de conhecimento, de entusiasmo e de novas ideias de TODOS!

 

Sendo assim, a ideia de nos associarmos a pessoas ou a uma entidade vem da vontade de O clube vai distribuir pacotes de açúcar, outros materiais, pelos seus associados? O que é que ganhamos em associar-nos? Por tudo o que ficou dito, fácil é reconhecer que a pergunta deve ser reformulada – O que é que eu posso dar ao grupo? Não seria interessante fazer isto ou aquilo? Posso ajudar a reter ou captar novos membros? Objectivamente, precisamos de conhecimento, de entusiasmo e de novas ideias de TODOS! unirmos esforços em prol de ideais, soluções e problemas comuns. Por meio dessa união, com foco em trazer melhorias para um número maior de pessoas, o Clube dá uma nova identidade a um grupo que passa a ter voz activa e colectiva para trabalhar os seus interesses, demonstrando os seus pontos de vista de forma legítima e organizada. O que isso quer dizer? Não se trata mais da opinião de indivíduos separadamente, mas sim de vários, ou seja, “juntos somos mais fortes”! Não contribuamos para que Portugal continue a ser o país que detém o mais baixo índice de participação por habitante.

 

Contamos consigo e, como dizia o Zeca (Afonso)… “Traz um amigo, também…”

 

@ 2020 CLUPAC